Loomer – Deserter (2017)

 

Já expliquei a importância da Loomer (e seus primeiros EPs) não só no surgimento do blogue quanto no renascimento do meu amor pelo rock de guitarras e, por que não, pela música em geral.

Em 2013 os gaúchos lançaram seu primeiro disco cheio, e no ano passado puseram no mercado – novamente via Midsummer Madness e Sinewave – mais um capítulo dessa história barulhenta, o precioso álbum chamado Deserter.

Falar aqui em evolução/maturidade ou qualquer sinônimo pode parecer baboseira, mas desde que pus os ouvidos neste novo disco do quarteto foram exatamente essas as palavras que me vieram à cabeça. Não saco porra nenhuma de técnica (produção, mixagem, etc), mas assim que o álbum começa com “Then you go” eu sinto uma espécie equilíbrio entre distorções e melodia, como se a sonoridade da Loomer estivesse mais…fluida.

Além disso este me soa seu trabalho com maior influência de Dino Jr e aquela pegada ‘espasmos de barulho se chocam com a preguiça de um baseado’. Resumidamente, fez minha cabeça.

Ouça no talo. Altamente recomendado!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s