PCP RADIO SHOW TEMPORADA 2022 – EPISÓDIO 08

  Continuando na missão de subir como podcast as edições da temporada 2022 do Pequenos Clássicos Perdidos versão radiofônica, transmitido semanalmente às segundas pela Rádio Armazém (22h), às terças pela Electric Radio (21h) e às quintas pela Internova Rádio Web (21h), hoje chegamos aqui com nosso oitavo episódio. Nesta edição mudamos (um pouco) o rumo…

PCP RADIO SHOW TEMPORADA 2022 – EPISÓDIO 07

  Continuando na missão de subir como podcast as edições da temporada 2022 do pequenos Clássicos Perdidos versão radiofônica, transmitido semanalmente às segundas pela Rádio Armazém (22h), às terças pela Electric Radio (21h) e às quintas pela Internova Rádio Web (21h), hoje chegamos aqui com nosso sétimo episódio. E Seguindo a trilha desta versão original…

Daydream Nation – Daydream Nation (2003)

  Pense numa banda que gosta de prestar tributo a seus ídolos? Pensou? Agora visualize: Ela se chama Daydream Nation, lançou seu primeiro disco por uma gravadora chamada Elephant Stone e nesse debute há uma faixa chamada “Swastika eyes”. Muito além das homenagens de seus conterrâneos Eric’s Trip e Elephant Stone (parece brincadeira, mas não…

Ride – Nowhere (1990)

Quando o Ride lançou Nowhere, seu primeiro disco, lá no longínquo 15 de outubro de 1990, já havia o shoegaze. Óbvio. Mas não existia este álbum. Não existia a química perfeita entre Andy Bell e Mark Gardener, entre a influência sessentista da C-86 e as distorções, não existia “Vapour trail”, não existia os vocais nítidos…

Pia Fraus – Empty Parks (2020)

  Ao que parece os estonianos Pia Fraus puseram definitivamente um fim no hiato em que a banda esteve de 2009 a 2017 – quando lançaram Field ceremony, seu ‘álbum de retorno’. Isso porque saiu ontem, novamente via Seksound, o novo trabalho do sexteto, chamado Empty parks. Assim como em seu antecessor, aqui o grupo…

Th’ Faith Healers – Lido (1992)

  O Faith Healers é a banda desconhecida-mas-cultuada mais sensacional deste plano que habitamos. Nascido na Inglaterra, o quarteto durou pouco e lançou apenas dois discos, e se na época (na época?) não coube na cena indie britânica, hoje seus álbuns são considerados por quem os conhece como clássicos da barulheira. Lido, o primeiro deles…

Ride – This Is Not A Safe Place (2019)

  Em 2017 o Ride voltou ao mercado da música com Weather diaries, disco precioso que, por puro preconceito, levei um baita tempo para (me dar ao prazer de) escutar. Quando começaram a surgir fragmentos de seu sucessor, me atentei e assim que ele veio ao mundo corri para ouví-lo. This is not a safe…

Catherine Wheel – Ferment (1992)

Hoje de manhã um amigo me marcou numa publicação na rede social azul com o vídeo de “Black metallic”, do Catherine Wheel, e mais tarde outro amigo publicou na mesma rede social uma foto de Ferment, primeiro disco deles que completa 27 anos neste domingo brilhante e frio. Foram dois estalos nas memórias afetivas da…

Moose – Jack EP (1991)

  O Moose nasceu em Londres no olho do furacão shoegaze, em 1990, e logo no ano seguinte lançou uma trinca de EPs que colocou a banda como preferida de muita gente que vivia a cena que se auto celebra. Mas mudanças na formação do grupo, um acordo do selo que os distribuía à época…

Swervedriver – Future Ruins (2019)

  É bom pra caralho demais ver uma banda como o Swervedriver na ativa após tanto tempo de existência e com um hiato igualmente longo em meio a seus quase 30 anos de estrada. Melhor ainda é vê-los tocando como se nunca tivessem parado, de uma forma natural, fluída. A despeito do show que fizeram…