The Brian Jonestown Massacre – Third World Pyramid (2016)

Um dos últimos – senão o último dos – encrenqueiros na ativa fazendo algo realmente relevante na música, Anton Newcombe segue lançando ótimos discos, seja à frente do Brian Jonestown Massacre ou se embrenhando em projetos solo/paralelos.

Third world pyramid é o mais recente de seus trabalhos com o BJM, lançado em outubro do ano passado e finalmente aterrissando em nossas páginas. Com atraso, mas como diria Mr. Newcombe, foda-se!

Assim como seus dois antecessores, Third world pyramid saiu do laboratório de seu autor, o Cobra Studio em Berlim. Além dos parceiros de crime (incluindo aí Ryan Van Kriedt, do sensacional Dead Skeletons), Anton manteve a seu lado a bela Tess Parks.

Musicalmente o álbum é uma puta trip, carregado nas texturas e cores psicodélicas; e como vem acontecendo desde Revelation (de 2014), traz menos barulhos shoegaze e/ou experimentações à Who killed sgt. pepper? (de 2010). É, por assim dizer, totalmente enraizado numa boa viagem de ácido.

E não estranhe se a introdução de “The sun ship” te lembrar “Dear prudence” ou se a capa de Third world pyramid lhe parecer uma homenagem ao Spacemen 3. De alguma forma estranha, tudo está cosmicamente conectado quando se trata de BJM.

Altamente recomendado!

Anúncios

Um comentário sobre “The Brian Jonestown Massacre – Third World Pyramid (2016)

  1. Pingback: The Brian Jonestown Massacre – Don’t Get Lost (2017) | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s