Terence Fixmer – Muscle Machine (2001)

 
O francês Terence Fixmer é preferido da casa quando se fala em techno. Na ativa desde meados dos anos noventa, há 27 anos o sujeito vem despejando EPs, singles e discos cheios sobre nossos corpos e mentes, sempre esticando os limites da ‘música de pista’ até um lugar barulhento, experimental e muito sombrio.

A proximidade com a EBM e o industrial vem desde o início da carreira (em 2003 ele uniu forças a Douglas McCarthy, do Nitzer Ebb, e sob a alcunha Fixmer/McCarthy lançaram dois álbuns, Between the devil, de 2004, e Into the night, de 2008), e esse hibridismo entre a eletrônica dos porões oitentistas e o techno – marca d’água em suas produções – ganhou o nome de Techno Body Music.

Mas nomenclaturas e/ou rótulos à parte, o importante é que Fixmer e sua música seguem ao longo de todo esse tempo distantes dos caminhos fáceis da dance music comercial; o sujeito que construiu sua reputação como um dos pilares da cena underground permanece por lá, experimentando com possibilidades que vão da já citada EBM ao dub, sempre pesado e obscuro.

Hoje a gente relembra o primeiro disco cheio do francês, Muscle machine, lançado em junho de 2001 via International Deejay Gigolo (selo do DJ Hell). O álbum tem 13 faixas duras, diretas, ruidosas, hipnóticas e violentamente dançantes, exatamente como eu gostava de ouvir à época, quando era habitué do submundo eletrônico; aliás, como gosto até hoje, mesmo não sendo mais frequentador assíduo de trens-fantasma (clubes?) ou raves.

Aperte o play e ouça no talo. “Electrostatic” já vai espantar qualquer merda de EDM que ande te atormentando.

Essencial!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s