Minor Victories – Minor Victories (2016)

Eu não boto muita fé nessa papagaiada de ‘supergrupos’, que geralmente juntam uma porção de músicos sem grana/em fim de carreira/o que o valha para levantar um troco com a balela de ‘unir forças’ para ‘criar música foda’, etc.

Acontece que no início deste 2016 que galopa velozmente levei uma rasteira desse meu preconceito (ou arrogância, azedume, tanto faz) com o nascimento do Minor Victories, formado por Rachel Goswell (Slowdive), Justin Lockey (Editors), Stuart Braithwaite (Mogwai) e o artista visual James Lockey (irmão de Justin e metade do Hand Held Cine Club).

O primeiro single da banda, “A hundred ropes”, foi uma das maiores cacetadas que levei nos últimos tempos, uma mistura inacreditavelmente perfeita do que os envolvidos têm de melhor; sonhadora, barulhenta e hipnótica, a faixa me deixou de quatro e desde então esperei ansiosamente o homônimo disco cheio, prometido para junho. E ele chegou.

Não vou alongar demais este texto dissecando as 10 canções do álbum com explicações do tipo ‘essa lembra Slowdive, essa outra o Mogwai com o Editors’, porque isso é chato pra caralho e eu não quero parecer mais chato do que já sou. A fita já foi dada no parágrafo anterior: cada momento de Minor victories, o disco, é o balanceamento exato da equação que envolve os elementos citados, o equilíbrio entre melancolia e catarse. Maravilhoso, simples assim.

Altamente recomendado”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s