Pia Fraus – Empty Parks (2020)

  Ao que parece os estonianos Pia Fraus puseram definitivamente um fim no hiato em que a banda esteve de 2009 a 2017 – quando lançaram Field ceremony, seu ‘álbum de retorno’. Isso porque saiu ontem, novamente via Seksound, o novo trabalho do sexteto, chamado Empty parks. Assim como em seu antecessor, aqui o grupo…

Th’ Faith Healers – Lido (1992)

  O Faith Healers é a banda desconhecida-mas-cultuada mais sensacional deste plano que habitamos. Nascido na Inglaterra, o quarteto durou pouco e lançou apenas dois discos, e se na época (na época?) não coube na cena indie britânica, hoje seus álbuns são considerados por quem os conhece como clássicos da barulheira. Lido, o primeiro deles…

Mazzy Star – Still (2018)

  Na metade do ano passado, quando o Mazzy Star estava pra lançar este EP chamado Still, me lembro de ter tocado sua primeira faixa, “Quiet, the winter harbour” na versão radiofônica do Pequenos Clássicos Perdidos. Mas depois, atropelado como sempre, perdi o fio da meada e me esqueci completamente do disquinho. Bem, como dizem…

Moose – Jack EP (1991)

  O Moose nasceu em Londres no olho do furacão shoegaze, em 1990, e logo no ano seguinte lançou uma trinca de EPs que colocou a banda como preferida de muita gente que vivia a cena que se auto celebra. Mas mudanças na formação do grupo, um acordo do selo que os distribuía à época…

Tape Waves – Distant Light (2018)

  Há dois anos quase exatos eu escrevi aqui um pequeno texto sobre como, às vezes, temos a necessidade de um disco/música para determinado momento mas não sabemos exatamente o que precisamos. À ocasião, a bola da vez foi Here to fade, o delicioso penúltimo álbum da dupla Tape Waves. E hoje, 24 meses e…

Pia Fraus – Field Ceremony (2017)

  Desconheço completamente a cena musical da Estônia, mas vem de lá uma de minhas bandas favoritas da safra shoegaze do começo dos anos 2000, o quinteto Pia Fraus. A banda foi formada nos últimos suspiros da década de 90, e desde 2001 vem lançando belíssimos álbuns (o primeiro que ouvi e até hoje segue…

Launder – Pink Cloud (2018)

  Pink cloud é o EP de estreia do jovem californiano John Cudlip sob a alcunha Launder. Há alguns anos o cara mudou-se de Dana Point para Los Angeles e lá conheceu Jackson Phillips, da banda Day Wave, e em pouco tempo o interesse mútuo por música os levou a trabalhar juntos. John compôs então…

The Sorry Shop – Softspoken (2017)

  Transformar distorções em música é fácil: cria-se uma base e sobre ela se adiciona camadas e mais camadas de ruídos diversos gerados pelas incontáveis ferramentas capazes de levar um simples acorde de guitarra a outras esferas sonoras. Mas fazer desse barulho algo capaz de emocionar é um ponto onde poucos artesãos conseguem chegar. O…

Cora – El Rapto (2018)

  Quando postei aqui o primeiro EP da banda curitibana Cora não li nada a respeito do disco ou do grupo, apenas me deixei levar pela carga emocional de suas cinco canções, uma mistura de psicodelia e pop de sonhos que me arrebatou por completo numa manhã de domingo. Em abril último, quando o selo…

Beach House – 7 (2018)

  Sétimo disco da dupla Victoria e Alex, 7 (dããã) saiu há uma semana via Sub Pop e desde então vem sendo louvado por muitos como o melhor trabalho da dupla, ou ao menos o melhor desde Teen dream, que – não que isso valha algo – foi quando fui fisgado pelo Beach House. Enfim,…