Teenage Fanclub – Bandwagonesque (1991)

Parece que foi ontem, mas já se vão 20 longos anos desde que os escoceses do Teenage Fanclub lançaram Bandwagonesque, seu segundo disco e ponto de partida de um longo e duradouro caso de amor entre a banda e eu.

Mesmo ofuscado por outro lançamento da mesma Geffen que o colocou no mercado (Nevermind, do Nirvana), o álbum consolidou o Teenage Fanclub como um dos grandes nomes do latente indie rock britânico.

Explorando terrenos já conhecidos no universo do rock and roll, o grupo da gelada Glasgow trouxe para os anos 90 em Bandwagonesque a inocência de bandas como Beatles – na fase pré-Revolver – e Byrds, o punch dos Kinks e o power pop um tanto preguiçoso dos norte americanos do Big Star.

O disco abre em clima de baile de formatura bêbado com “The concept”, canção que pode parecer romântica mas na verdade mostra o humor ácido de Gerard Love (e também de Norman Blake), presente em praticamente todas as faixas – com exceção, claro, às instrumentais “Satan” e (a linda) “Is this music?”.

Bandwagonesque é todo pontuado por marcantes riffs de guitarra, que de uma maneira muito peculiar (e característica do Teenage Fanclub) casam-se perfeitamente com as vozes deliciosas, harmônicas e extremamente pop de Love, Blake e Raymond McGinley.

Esse casamento – que foi escola para bandas como Weezer, Nada Surf, Travis, etc – permanece firme e forte ainda hoje, 22 anos após seu início. De adolescente a banda não tem mais nada, mas mantém sua essência intacta e continua lançando álbuns preciosos (o último, Shadows, saiu ano passado) e fazendo shows emocionantes (alguém aí estava em alguma das duas apresentações que a banda fez em SP?).

Bandwagonesque – que superou Nevermind, Loveless (do My Bloody Valentine) e Out of time (do R.E.M) na lista de melhores discos de 91 da revista Spin – é sem a menor dúvida um daqueles momentos mágicos da música, quando um artista vai além e cria uma obra atemporal.

E assistir “Star sign” no Lado B aos 15 anos de idade pode causar danos irreversíveis na mente e na alma de um jovem roqueiro…

Anúncios

6 comentários sobre “Teenage Fanclub – Bandwagonesque (1991)

  1. Pois eh xara, eu tive a mesma impressao que voce. Em 1991 conheci 3 bandas importantes na minha vida: nirvana que me levou a gostar de outros sons, teenage fanclub que me mostrou que nao eh so no passado que tem musica boa e o primal scream que me mostrou coisas alem do rock and roll. Bandwagonesque eh phodda, com PH e dois D de toddy.

    Abracao,

    P.S : escutei esse disco hoje no amanhecer.

  2. Pingback: Fountains Of Wayne – Sky Full Of Holes (2011) « Pequenos Clássicos Perdidos

  3. Pingback: Motel Beds – Sunfried Dreams (2011) « Pequenos Clássicos Perdidos

  4. Pingback: Girls – Father, Son, Holy Ghost (2011) « Pequenos Clássicos Perdidos

  5. Pingback: Teenage Fanclub – Grand Prix (1995) | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s