Nick Cave & The Bad Seeds – Skeleton Tree (2016)

Quanta tristeza cabe nos sulcos de um disco? Quanta dor um artista é capaz de imprimir em suas músicas a ponto de levar o ouvinte a senti-la como se fosse sua, a experimentar as mesmas sensações, os mesmos trancos que o levaram àquelas composições?

Nick Cave sempre foi o poeta do submundo, esmiuçando como ninguém o universo onde junkies, putas e outros tantos seres marginais habitam, criando em suas canções pequenas histórias que juntas formavam cenas para um teatro sombrio. Mas 2016 reservou a ele a pior das dores, e o reflexo direto da perda de seu filho Arthur é Skeleton tree, 16° álbum de sua longa carreira.

Mesmo que boa parte do disco já estivesse composta antes do acidente, é impossível não sentir em suas 08 canções toda a carga devastadora com a qual Cave teve que lidar durante sua finalização. Os arranjos minimalistas e carregados de sintetizadores servem para deixar o clima do álbum ainda mais lúgubre e mórbido, soando como um exercício de exorcismo dos próprios fantasmas, uma maneira de expor as próprias agonias em forma de música.

Levei meses para conseguir ouvir Skeleton tree sem me deixar levar por sua angústia, e ainda hoje não tem sido fácil encará-lo da forma que faço agora. Como dito no primeiro parágrafo deste pequeno texto, alguns poucos artistas conseguem transmitir em suas obras tanto de sua dor que se torna impossível não senti-la como se fosse sua, e eu como pai sinto toda a agonia de Nick Cave diante da morte de seu filho.

A música tem esse estranho e maravilhoso poder de nos levar além do simples ato de ouvi-la. Infelizmente, nem sempre ela nos leva a um lugar agradável.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Nick Cave & The Bad Seeds – Skeleton Tree (2016)

  1. Pingback: Especial: Os melhores álbuns de 2016 | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s