Bob Mould – Patch The Sky (2016)

Sempre que vou escrever algo sobre Bob Mould a primeira coisa que me vem à cabeça é sua histórica apresentação no SESC Pompeia, em 2013, e a inacreditável energia que aquele homem irradiou do palco para o público.

Essa mesma energia parece envolver Mr. Mould em cada um de seus trabalhos; Beauty & ruin é prova cabal disso, e a história se repete – ainda bem – com Patch the sky, lançado via Merge Records em 25 de março.

Durante as gravações de Beauty & ruin Mould perdeu o pai, e logo após o lançamento do disco sua mãe também morreu. Mesmo cercado pela tristeza ele seguiu em frente, fazendo shows e preparando Patch the sky, que segundo o próprio é – não sem razão – seu trabalho mais sombrio.

Esse clima se reflete nas letras do álbum, mas o jovem senhor de 56 anos não se deixou abater ou levar pela melancolia, imprimindo ao lado de Jon Wurster e Jason Narducy uma força impressionante em cada uma das 12 canções do disco. Se há depressão, Bob Mould soube transformá-la em potência e intensidade, mostrando um grande poder de superação e nos provando mais uma vez que a música tem o incrível poder de nos manter vivos.

Ouça alto! Viva!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s