Boogarins – Manual Ou Guia Livre De Dissolução Dos Sonhos (2015)

Dois anos após As plantas que curam, os goianos do Boogarins estão de volta ao mercado da música com um novo e incensado trabalho, Manual ou guia livre de dissolução dos sonhos.

Lançado na gringa pela mesma Other Music que pôs a banda no mapa-mundi da psicodelia e no Brasil pela StereoMono, o disco apresenta uma banda com as mesmas raízes de quando surgiu, em 2012, mas com uma folhagem mais ampla e bem diferente da que cresceu nos sulcos de seu debute.

A mudança é explicada, em primeiro lugar e basicamente, pela construção de Manual: enquanto As plantas foi produzido às pressas para ser lançado pela Other Music, seu sucessor foi feito lentamente, com o resgate de canções antigas (“Mantra dos 20 anos”, “6000 dias”) e bastante tempo para ser pensado e finalmente gravado – em grande parte – na Espanha, para depois ser finalizado aqui no Brasil.

Esse tempo, passado entre viagens internacionais e viagens lisérgicas, serviu para que o quarteto (agora com o ex-Macaco Bong Ynaiã Benthroldo na bateria) explorasse ao máximo sua capacidade musical e lírica, incorporando em seu caleidoscópio cores brasileiras que pouco brilharam em As plantas que curam.

Os timbres à Tame Impala – com quem foram muito comparados – deram lugar à uma produção mais acurada e limpa para as 11 faixas de Manual, priorizando melodias, letras e mostrando um Boogarins que flutua tranquilo pela psicodelia e suas experimentações, mas também pela bossa, o iê iê iê e o clube da esquina.

Crescimento talvez seja a palavra-chave aqui, mas independente de estarem ou não mais maduros, bacana mesmo é ver os moleques de Goiânia criando uma identidade forte e única, ampliando seus horizontes e voando mundo afora para provar que a língua não é uma barreira quando a música é ilimitada.

Altamente recomendado!

Anúncios

Um comentário sobre “Boogarins – Manual Ou Guia Livre De Dissolução Dos Sonhos (2015)

  1. Pingback: Especial – Os Melhores Álbuns Nacionais De 2015 | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s