Boogarins – As Plantas Que Curam (2013)

A ex-dupla – hoje quarteto – Boogarins vem de Goiás e lançou neste ano seu primeiro álbum cheio, As plantas que curam. Mas poderiam perfeitamente ter surgido em algum momento de 1968 numa garagem colorida de San Francisco. Isso porque Fernando e Benke (a dupla ‘original’) mais Hans e Raphael fazem parte da novíssima geração de bandas mergulhadas até o pescoço no doce mar da psicodelia de quarenta e tantos anos atrás.

Lucifernandes, a miss lisergia

As plantas que curam, o tal disco de estreia dos moleques, saiu agora em outubro pelo selo nova iorquino (e esperto, diga-se) Other Music, que o distribuirá mundo afora. Segundo a Popload, é o primeiro de 3 álbuns que a banda deverá lançar por lá.

O álbum traz dez faixas, todas cantadas em português e, sem exceção, aparentemente saídas de uma viagem de ácido. Os vocais são derretidos e preguiçosos, a cozinha é pesada, as guitarras vem com texturas quase caleidoscópicas, saturadas.

Algumas influências da banda são óbvias e já bastante citadas em textos sobre As plantas que curam, como Mutantes, Syd Barrett e Tame Impala. Juntaria nesse caldo lisérgico o preferido da casa Júpiter Maçã; aliás, não só o colocaria na lista de referências como diria que – a exceção dos momentos blueseiros/folk – este debute do Boogarins é uma mistura da chapação do seu A sétima efervescência com a força de Innerspeaker, do já citado Tame Impala.

Enfim, independente de influências e/ou referências, As plantas que curam é uma estreia notável. E se os guris de Goiás seguirem por este caminho em seu futuro promissor, nós, os movidos à música, teremos ainda muitas boas viagens pela frente.

Altamente recomendado!

Anúncios

2 comentários sobre “Boogarins – As Plantas Que Curam (2013)

  1. Pingback: Especial – Os Melhores Álbuns Nacionais De 2013 | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

  2. Pingback: Boogarins – Manual Ou Guia Livre De Dissolução Dos Sonhos (2015) | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s