Crocodiles – Boys (2015)

Eu gosto muitos dos dois primeiros discos do Crocodiles. Depois eles foram ficando seriamente pop, até que em 2013 chegaram a Crimes of passion, disco que achei fraco justamente por ser muito sério e muito pop.

Passados dois anos, em maio deste 2015 que se aproxima do fim Charles Rowell e Brandon Welchez entregaram ao mundo seu novo álbum, lançado via Zoo Music. Com vocês, Boys.

Neste novo trabalho a dupla continua pelo caminho mais pop que escolheram seguir nos últimos tempos, mas de forma diferente. Trouxeram de volta à tona seu lado mais divertido, num ménage à trois com a clara influência de Jesus and Mary Chain e uma onda meio latina que parece fazer a cabeça da dupla ultimamente.

O resultado é um disco acessível mas não bunda mole, com altas doses de curtição, fuzz, feedback, “Foolin around” (e sua linha de baixo à “Billie Jean”) e a tal ‘salsa punk’.

Recomendado!

PS: Vi dois shows do Crocodiles aqui em SP neste ano, ambos sensacionais, barulhentos, dançantes, bêbados e com direito a uma conversa rápida com Brandon e Charles, que protagonizaram um beijo cinematográfico na segunda apresentação da banda.

Anúncios

Um comentário sobre “Crocodiles – Boys (2015)

  1. Pingback: Crocodiles – Dreamless (2016) | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s