Ceremony – Birds (2014)

Já contei de forma bem resumida a história do nascimento do Ceremony aqui, então é desnecessário repetir sua importância para o shoegaze/noise rock.

No ano passado a banda de John Fedowitz lançou o álbum Distance, e agora retorna à carga barulhenta com um novo EP, lançado em 20 de maio pela Emerald & Doreen. Com vocês, Birds.

Masterizado por Oliver Ackermann (amigo de longa data de John e fundador do A Place to Bury Strangers), o disquinho de cinco faixas é carregado no fuzz e feedback do início ao fim, distorcido como tudo que o Ceremony vem fazendo desde 2005, mas é de longe seu trabalho menos sombrio.

Aquela aura quase gótica e os acelerados beats eletrônicos de Disappear (2008) deram lugar à mesma inspiração sessentista dos irmãos Reid em Psychocandy. De certo modo pode-se dizer que é a coisa mais pop já saída da fábrica de barulho do Ceremony, se é que pop e Ceremony podem dividir o mesmo espaço ou a mesma frase.

Ouça alto e tire suas conclusões.

Altamente recomendado!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s