The Exploding Boy – The Black Album (2011)

O quarteto sueco Exploding Boy é herdeiro da linhagem mais sombria do pós-punk, trazendo para os anos 2000 o que o Joy Division começou lá nos 70.

Diferente de outras bandas do revival pós-punk – Intepol e Editors, por exemplo – o Exploding Boy, como o White Lies, soa realmente cavernoso, dark, gótico até os ossos.

Assim são seus dois primeiros álbuns (o homônimo de 2007 e Afterglow, de 2009), e assim é seu novo registro, The Black Album (lançado via Ad Inexplorata em maio na Europa e em agosto nos EUA).

A faixa que abre o disco negro, “Human”, resume bem parte da história do álbum, com sintetizadores fazendo a cama para a voz ‘Curtiana’ de Johan, criando um clima gélido, desesperado; na sequência, “I Am truth” resume a outra parte da história, com guitarras em primeiro plano dando à música um ar de urgência.

Essa tensão entre sints e guitarras é uma das marcas de Black album, que apresenta também violões (“Loneliness”, “Talking back”) e tem linhas de baixo simples e marcadas.

No total são 10 músicas no disco, que se amarram e conversam muito bem entre si e servem como um panorama do que se faz no rock gótico do século XXI.

PS: Exploding Boy, pra quem não sabe, é uma canção do The Cure.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s