Psychedelic Horseshit – Laced (2011)

Reza a lenda que a dupla de Ohio Matt Horseshit e Ryan Jewell assumiu a alcunha Psychedelic Horseshit durante uma jam com amigos em um festival hippie, por volta de 2005.

Verdade ou não, negócio é que o duo – autoproclamado fundador e representante-mór da ‘cena’ shitgaze – vem desde então experimentando e fazendo barulho, mantendo qualquer coisa de pop à uma distância segura e mesmo assim conquistando fãs.

Após um EP (Shitgaze anthems), um álbum (Magic flowers droned), um cassete (Acid tapes) e uma compilação de seus primeiros registros (Golden oldies), chegam agora a seu segundo disco, Laced (Fat Cat Records, 10 de maio).

As 11 faixas do álbum deixam claro que os dois amigos continuam malucos, se valendo do experimentalismo para (des)nortear sua música. Se às vezes eles soam…hmmm…melódicos como os irmãos Reid (“Dead on arrival”), em outros Laced tem algo de mais estranho, de exótico: em meio à distorções de guitarra, “French countryside” tem um violãozinho e uma percussão que a tornam quase étnica, assim como “Tropical vision”.

Há também os loops dançantes em “Laced” e “I hate the beach”, que ao lado de “Another side” (com direito a uma gaita) e da onírica “Revolution wavers” monta a sequência matadora do álbum.

Se você gosta de rock esquisito e consegue imaginar um híbrido entre o My Bloody Valentine da era Loveless e o Abe Vigoda na fase Skeleton, Laced foi feito sob medida para seus ouvidos.

Recomendado para mentes abertas!

Abaixo um vídeo gravado durante uma apresentação do Psychedelic Horseshit em janeiro deste ano.

Psychedelic Horseshit @ The Mockbee — 1.8.11 from Jon Lorenz on Vimeo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s