Tantão E Os Fita – Espectro (2017)

 

Definitivamente a maior surpresa do ano pra mim foi um dia desses abrir a rede social dos 140 caracteres e dar de cara com alguém falando sobre um disco novo do Tantão. Primeiro pensei ‘mas porra, será o mesmo Tantão, aquele do Black Future‘? Sim, é o próprio.

Não fazia ideia de que o cara – batizado Carlos Antonio Mattos – ainda estava por aí fazendo música, aliás nem imaginava por onde andava Tantão. Descobri numa reportagem (do escavador musical GG Albuquerque) que o carioca trabalhou nos estaleiros, virou artista plástico, fez shows pelo submundo do Rio e recentemente se juntou aos Fita, também conhecidos como os produtores Cainã Bomilcar e Abel Duarte, para dar forma e conteúdo a Espectro, primeiro disco do trio lançado em junho último pelo selo Quintavant.

Te dizer que o álbum é um tapa nas orelhas, daqueles que estalam. Mistura de poesia absurda, violenta e chapada com eletrônica sem rumo – mas sempre pesada – numa obra experimental e caótica. Não espere algo como uma ‘continuação’ do Black Future, a fita (hahahaha) aqui é outra; guarda algumas semelhanças – mais estéticas que musicais -, mas pode-se dizer que Espectro está mais para o futuro negro previsto lá em 1988. Duas toneladas de barra pesada…

Altamente recomendado!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s