Yo La Tengo – Fakebook (1990)

Em agosto deste 2015 que caminha rápido o trio Yo La Tengo lançou Stuff like that here, disco em que prestam homenagem a vários de seus artistas favoritos, de Hank Williams a The Cure, completando o set com duas faixas autorais.

Mas muito antes disso, há 1/4 de século (porra, 1/4 de século…), os queridos Ira, Georgia e James faziam mais ou menos a mesma coisa, lançando um álbum que há tempos não ouvia, mas desenterrei hoje e decidi pôr na vitrola virtual aqui do PCP hoje. Com vocês, Fakebook.

Confesso ainda não ter ouvido o novo disco do YLT, portanto – apesar de ter dito que há 25 anos eles fizeram a mesma coisa – não sei qual a sua pegada. Já Fakebook, que conheço bem, é quase um trabalho acústico, e traz à tona muito das influência country e folk da banda de Hoboken.

São 11 côveres, incluindo “Speeding motorcycle”, do indie hero Daniel Johnston, “You Tore Me Down”, dos garageiros Flamin’ Groovies e “Andalucia”, de John Cale) e 5 originais, sendo que “Barnaby, hardly working” e “Did I tell You” já haviam aparecido em versões diferentes nos álbuns President Yo La Tengo (1989) e New wave hot dogs (1987).

Fakebook é um disco tranquilo e intimista, e seus momentos mais iluminados são aqueles em que as voz de Georgia e Ira brilham juntas, como na citada versão do Flamin’ Groovies e na faixa preferida por aqui, “Yellow Sarong”, do desconhecido The Scene is Now.

Recomendado para ouvir na boa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s