Chapa Mamba – Banda Forra (2015)

Ouvi falar da dupla carioca Chapa Mamba pela primeira vez no início de 2014, através da Transfusão Noise, gravadora independente e bem conhecida no circuito alternativo que lançou à época o primeiro e homônimo registro dos caras. Mas começo de ano é aquela merda, correria sem fim atrás de grana pra bancar as dívidas, loucura, desespero, e por essas e outras o disco acabou passando em branco por aqui.

No final do mesmo 2014 Lê Almeida e cia. da Transfusão deram à luz um split com o Chapa Mamba e o Treli Feli Repi, que também não apareceu no PCP; mas hoje a gente não vacila e põe na roda o novo álbum de Stêvz Vieira e Bruno Lima. Vamos a Banda forra!

O novo álbum da Chapa Mamba foi gravado nos cinco primeiros meses de 2014 entre o Edifício Moraes e no Escritório, no Rio de Janeiro, e diferente de sua estreia – produzida por Almeida – foi produzido pelo próprio Stêvz, também guitarrista, vocalista e compositor do duo.

Lançado em 26 de janeiro pela Transfusão e pela Chupa Manga, o biscoito de 10 faixas é uma viagem malemolente pelo garage/psicodelia, tendo como guia a mão lo-fi que é marca d’água dos produtos da Transfusão.

Aperte o play e entre na viagem da banda foda, ops, forra. Recomendado!

Anúncios

Um comentário sobre “Chapa Mamba – Banda Forra (2015)

  1. Pingback: Chapa Mamba – O Campo Sutil (2015) | PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s