Black Market Karma – Comatose / Cocoon (2012)

O sexteto londrino Black Market Karma cita logo de cara em seu site oficial uma enorme lista de influências. Entre artistas dos anos 60 e bandas dos anos 90 em diante, uma característica comum: tendências, em algum momento, à psicodelia.

Guitarras eletrificadas ou derretidas, tanto faz, o negócio de Stan Belton, Mike Sutton, Sam Thompson Garido, Mat Salerno, Louisa Pili e Tom Parker é mergulhar no espaço criado pelo transe. Pra sentir na pele essas vibrações lisérgicas e barulhentas, basta ouvir Comatose e Cocoon, dois dos três discos que a banda promete para este ano, todos disponíveis para download via Flower Power Records.

Comatose saiu no primeiro dia de 2012, e abre com uma das melhores faixas roqueiras do ano, “Dee Dee”, música que assim como grande parte do álbum parece herdeira direta dos melhores momentos do Black Rebel Motorcycle Club.

Outros pequenos hinos perdidos entre as paredes de guitarra do disco são “I can’t save you”, “Comatose” e a bela “Weightless”, essas duas últimas aparentemente saídas de uma brecha no espaço-tempo, fugidas de algum show imaginário do Ride em Oxford em 91.

Cocoon, lançado quase sete meses após Comatose, não destoa de seu antecessor nem apresenta uma mudança de rumos para o Black Market Karma. Isso significa, naturalmente, que é outro grande trabalho.

A canção que dá nome ao disco é preguiçosa, densa, construída sobre bases de guitarra derretidas e vocais idem. Música de brisa no rosto e olhos fechados, pra sonhar sorrindo; se tivesse uma voz feminina forte no coro cairia no gosto da geral e seria hit das festinhas indie.

Se tivesse que apontar alguma diferença – ainda que sutil – entre os dois álbuns, diria que em Cocoon, por vezes, o BMK flutua nas águas do dream pop. Por vezes…

Porque na maior parte do tempo a banda está mesmo voando entre pesadas descargas elétricas. E pelo que se anuncia em seu terceiro disco (Easy listening, em breve por aqui), é por lá que eles continuarão. Ainda bem.

Recomendado(s)!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s