Superchunk – Acoustic Foolish (2019)

 

Em abril último, Foolish, quarto disco dos heróis do rock independente – e preferidíssimos da casa – Superchunk chegou aos 25 anos e eu me sinto velho pra caralho como forma de comemorar a data a banda de Chapel Hill decidiu regravá-lo na íntegra em versão desplugada.

O álbum que, segundo o próprio Mac, à época foi visto por alguns como uma mudança na sonoridade do grupo por ser menos barulhento que seus antecessores, ganhou aqui uma roupagem completamente limpa, com adição de cordas, piano, sax e vocais de apoio extra.

A ideia inicial para o disco, ainda de acordo com o Sr. Merge, era escolher canções de todos os trabalhos e gravá-las em uma loja ou estação de rádio, mas com a chegada às bodas de prata de Foolish mudaram de ideia, adentraram em estúdio com seus convidados e assim o reconstruiram pensando-o como um álbum realmente acústico, não simplesmente um ‘trocamos as guitarra por violões e pronto.’

Eu, que ouvi o original nem sei quantas vezes neste 1/4 de século, gostei bastante do resultado dessa empreitada do Superchunk. Ouça Acoustic Foolish e depois me conte suas impressões.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s