MC5 – Looking At You (1968)

 

Em 1969 o MC5 deu ao mundo o que o mundo precisava: “Kick out the jams”, um dos genes podres que deu origem ao punk, uma das coisas mais selvagens, fodidas e poderosas já feitas pela raça humana. Isso é fato.

Mas fato também é que desde 1964 os caras já perambulavam juntos por Detroit, tocando juntos e provavelmente causando confusões ao lado de outros vagabundos da área. Se a faixa de 69 os alçou ao mundo como porta-vozes do combatente e necessário rock politizado de viés esquerdista, um ano antes seu segundo single já era a amostra do que viria a seguir.

Looking at you, que traz no lado b “Borderline”, é o passo além de I can only give you everything (compacto de 1966) e a a continuação natural e acelerada de “One of theses guys” (presente no lado b de I can e primeira composição de Wayne Kramer e cia.).

Freakbeat/garage elevado à potência bruta, Looking at you é rock cru, alto, feito pra sacudir o corpo em espasmos e destroçar os tímpanos desavisados sobre o volume da guitarra de Fred Sonic. O vinil original foi produzido por John Sinclair e lançado via A-Square Records – sem o conhecimento do dono do selo, Jeep Holland -, e as 500 cópias de 1968 voaram rapidamente pela Motor City.

Se você conhece alguém em Detroit tente conseguir uma cópia e nos mandar de presente. E caso só saque o MC5 de “Kick ou the jams”, hora de voltar uma casa.

Play it loud, motherfucker!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s