Sugar Candy Mountain – 666 (2016)

‘Se Brian Wilson tomasse ácido numa praia brasileira e gravasse um disco com Os Mutantes e os Flaming Lips ele soaria assim’. Impossível não prestar atenção numa banda que se define desse jeito, seja por curiosidade ou por achá-los incrivelmente pretensiosos.

O grupo em questão vem da California, chama-se Sugar Candy Mountain e tirou da cartola em julho último seu terceiro disco, 666, que roda agora em nosssa vitrola virtual.

As referências que usaram para se descrever são válidas se você as separar. Há traços de Mutantes, de Beach Boys e de Flaming Lips, mas nem de longe 666 (ótimo nome, por sinal) soa como uma mistura de tudo isso.

Saca os trabalhos mais ensolarados da psicodelia sessentista? Adicione aí um certo charme, que pode muito bem vir da França ao invés do Brasil, ponha numa coqueteleira e o drink leve e colorido resultante é o que se ouve no álbum.

Moral da história: se o seu produto é bom, não tente vendê-lo enganando o cliente com um rótulo mentiroso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s