SUPERVÃO – Lua Degradê (2016)

Quando recebi o email do selo gaúcho Lezma Records sobre o lançamento do primeiro EP da dupla SUPERVÃO e li, entre outras viagens, a definição do EP pela Noisey como uma ‘caosmose gótico-tropical’ juro que pensei em deletar a mensagem sem nem ouvir o disco.

Mas enfim, já tomei muito ácido nessa vida e entendo que palavras nem sempre são a melhor forma de expressar loucuras, daí decidi ouvir Lua degradê e…

O disquinho de 05 faixas, que saiu via Lezma e Honey Bomb Records é realmente uma brisa. Astronomia, redes sociais, macumba e alucinógenos são alguns dos temas que norteiam as canções de Mario Arruda (também do Chimi Churris) e Leonardo Serafini (da ótima Siléste).

Musicalmente Lua degradê me soa como uma mistura entre o pós-punk minimalista dos anos 80, Beta Band (batidas eletrônicas e sintetizadores segurando as estruturas ao lado do baixo de Ricardo Giacomoni – também da Chimi Churris) e Darma Lóvers, este último somente pelos vocais derretidos.

Agora se é pós-humano, gótico-tropical ou futurista eu não sei, afinal meus dias de acid eater já ficaram pra trás há um bom tempo. Mas é uma boa estreia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s