The Black Keys – El Camino (2011)

O Black Keys chega a 10 anos de carreira lançando seu sétimo álbum de estúdio, mostrando que não tem medo de trabalho.

A dupla Dan Auerbach e Patrick Carney – mais uma vez acompanhada pelos dedos mágicos de Danger Mouse – põe na roda do mercado no próximo dia 06 o aguardado El camino, via Nonesuch Records.

E enquanto alguns ‘fãs antigos’ (o que soa estranho, já que a banda tem apenas 10 anos) reclamam de perdas em relação aos primeiros discos com frases do tipo ‘eles se venderam’, a dupla de Ohio segue em frente na sua saga pelo rock dos anos 70 sem dar bola à falácia.

Estão menos blueseiros? Menos garageiros? Perderam o raw power? Ou pior, perderam seu mojo? Besteiras!
Talvez as 11 faixas de El camino estejam mais polidas, mas isso é natural com o passar do tempo (além do fato de trabalharem com Danger Mouse).

E o álbum vem mesmo é recheado de bons riffs em músicas sacolejantes, com forte pegada de hard rock. É para dançar bebendo cerveja, ou vice-versa (ouça o boogie de “Money maker” e tente ficar parado).

A pausa para respiro fica por conta da primeira metade da Zeppelliana “Little black submarines”, aka “Stairway to heaven” versão 2011.

Resumindo a ópera, o Black Keys está de volta com outro grande disco. El camino é menos volátil que os anteriores, mas é igualmente intenso e visceral, como deve ser um grande disco de rock.

Recomendado!

Um comentário sobre “The Black Keys – El Camino (2011)

  1. Pingback: The Dandy Warhols – This Machine (2012) « Pequenos Clássicos Perdidos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s