Surgeon – Breaking The Frame (2011)

O inglês Anthony Child assumiu a alcunha Surgeon lá no começo dos anos 90, quando passou a conciliar sua carreira de DJ com a produção de tracks autorais.

Rapidamente seu nome passou a figurar na lista dos grandes inovadores da latente cena eletrônica europeia, já que tanto seus sets quanto seus lançamentos traziam diferentes elementos para o recém desfraldado techno, do electro/breakbeat ao ainda nem sonhado – e hoje em voga – minimalismo.

Após dez anos sem um disco cheio, Surgeon retorna em 2011 trazendo mais uma vez para suas produções um ar diferente. Fritos da vez, o P.C.P apresenta agora Breaking the frame.

Lançado pelo selo do próprio Child, Dynamic Tension, o álbum expõe a grande influência que o dubstep vem exercendo em produtores e músicos da Inglaterra (lembre de The king of limbs, do Radiohead e da colaboração entre Thom Yorke, Burial e Four Tet).

O ritmo 3/4 das batidas, as experimentações, a atmosfera sombria e aquela tremedeira anfetaminada cheia de graves pontuam as faixas de Braking the frame, com exceção feita à “We are all allready here” e “Not-two”, desprovidas de beats, e ao techno bate-estaca “Those who do not”.

Quebrando esse longo intervalo em que lançou apenas singles e mix albums, Surgeon volta inovando e mostrando que permanece na linha de frente da eletrônica, imprimindo nela mais uma vez sua marca e criando o original.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s