Shinobu – Strange Spring Air (2009)

Falar mal do indie rock dos anos 90 está na moda. Consequentemente, falar mal de bandas novas que bebem dessa fonte também está na moda entre os (de)formadores de opinião. Bom mesmo é soar como o pop dançante dos anos 80, não é?

Então, o que dizer do Shinobu?

Banda formada na Bay Area da ensolarada Califórnia em meados dos anos 2000 por Matt Keegan (também do Bomb The Music Industry), Mike Huguenor, Bob Vielma e Jon Fu (outros músicos passaram pelo line up), lançaram splits, EPs, singles e em 2009 a Quote Unquote Records jogou na rede, no esquema ‘quer pagar quanto?’ o álbum Strange spring air, bola da vez aqui no P.C.P.

O início desse texto se justifica ouvindo este disco. Cada acorde das 15 faixas de Strange spring air remete a alguns dos melhores capítulos do rock alternativo de 15, 20 anos atrás.

As dissonâncias lo-fi de Pavement e Built To Spill, o raw power adolescente do Superchunk, a demência dos Pixies. O Shinobu (que faz parte do coletivo Phat n’ Phunky) traz em seu álbum um apanhado indie, de acordes simples e distorcidos. Não apresenta inovações, é verdade, mas também não enfeita com penduricalhos desnecessários algo que surgiu cru, barulhento e visceral.

Rock and roll é isso aí! E viva os anos 90!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s