Black Star – Black Star (1998)

  Mos Def e Talib Kweli se juntaram sob o nome Black Star no final da década de noventa e em 1998, com seu primeiro, homônimo e ainda único álbum, cravaram seu nome na história da música. Na contramão do rap feito à época (à época?) e inspirados pela filosofia ativista de Marcus Garvey, escreveram…

Toro Y Moi – Samantha (2015)

No final do mês passado o boa brisa Toro Y Moi pegou meio mundo de surpresa ao lançar, sem aviso prévio, um novo álbum chamado Samantha. Neste ano ele já havia posto nas prateleiras o bom What for?, então fica a pergunta: tudo isso é prolificidade? Não, não é. Ou nem tanto. Aperte o play…

De Leve – O Estilo Foda-se (2003)

Lembro de ter entrevistado o rapper carioca De Leve pouco tempo após ele ter lançado seu primeiro disco cheio, O estilo foda-se, esse mesmo que você ouve aqui no PCP agora. Eu já tinha escutado o biscoito, então sabia qual era a do cara. Longe anos-luz do hip-hop ‘gangsta’ ou o que o valha, Ramon…

Blue Sky Black Death (And Nacho Picasso) – Stoned & Dethroned / Stonedstrumentals (2015)

Kingston e Young God, a dupla de produtores que assina como Blue Sky Black Death continua prolífica, jogando em seu Bandcamp uma série ininterrupta de álbuns. Hoje a gente põe na roda aqui no PCP os dois discos que lançaram (até agora) em 2015: Stoned & dethroned (janeiro) e Stonedstrumentals (julho). Os dois discos na…

Planet Hemp – Usuário (1995)

Por Caique Padovan (ForKilla) Ainda no curto período que esteve em sociedade com os Titãs num dos maiores selos independentes que já existiu no país, o Banguela Records, o produtor e jornalista Carlos Eduardo Miranda profetizou em uma prosa com um zine de 1994 que o futuro do rock nacional estaria na MPB. Miranda de…

Madlib – Shades Of Blue (2003)

A história de Shades of blue é bem curta e simples: o californiano Otis Jackson Jr., mais conhecido como Madlib, recebeu – talvez como seu maior presente pelo aniversário de 30 anos – permissão para revirar os arquivos do mítico selo Blue Note e à partir deles criar um disco autoral com remixes e reinterpretações…

Cypress Hill – Black Sunday (1993)

Black sunday é o segundo álbum dos rappers californianos Cypress Hill, lançado em 1993 pela Ruffhouse Records. Vendeu mais de 3.500.000 de cópias, fez a fama mundial dos caras – quem nunca pulou ao som de “Insane in the brain”? – e é o momento em que eles injetaram definitivamente o rock em suas músicas…

Racionais MC’s – Cores & Valores (2014)

12 anos separam Nada como um dia após o outro dia e Cores & valores, o novo disco dos Racionais MC’s. Mais que isso, hoje o caminho do rap nacional é outro, aliás o caminho do rap de uma forma geral é outro. Em 2002 não havia – ao menos fora do gueto – Criolo,…

Run The Jewels – Run The Jewels 2 (2014)

Quando a dupla El-P e Killer Mike lançou seu segundo disco sob o nome Run The Jewels, ali por volta de outubro deste ano que vai chegando ao fim, vi muita gente confiável rasgando elogios ao biscoito, mas foi só há pouco, quando ouvi Run the jewels 2, o tal álbum, que entendi o burburinho.…

DJ Shadow – The Liquid Amber EP (2014)

Há 3 anos sem lançar material, DJ Shadow retorna com novidades em 2014: em breve ele tira do mundo das ideias seu novo selo, chamado Liquid Amber, e como ‘inauguração’ ele disponibilizou para download em seu site oficial um EP de três faixas que leva o mesmo nome da empreitada. Ouça abaixo The liquid amber…