OTO – Anyway (1984)

 

Farid Dahlab e Pascal Hubert, ou Le Faf e Le Pasc para os íntimos, formaram o OTO em 1982 em Nancy, na França, após serem demitidos da banda que faziam parte, chamada G-String (foram pegos usando instrumentos para criar suas próprias músicas antes dos ensaios, no melhor esquema Robin Hood).

O lance é que enquanto o tal grupo estava numa onda progressiva, os dois estavam mais interessados no DIY do punk usando maquinário eletrônico – o que na época não era muita coisa – para fazer a música minimalista, sombria e gelada característica da ‘cena’ que ficou conhecida como minimal synth.

Em 86, um ano antes de encerrar as atividades, a dupla lançou seu primeiro e único disco, Purge & urge. Mas antes, em 1984, veio ao mundo o primeiro registro oficial do OTO, um maxi-single intitulado Anyway, e é ele que roda por aqui agora.

Mesmo com apenas três faixas, o disquinho resume perfeitamente o que é a sonoridade do duo e dessa onda eletrônica europeia dos anos 80. Tanto a faixa-título quanto “Bad boys” cabem numa pista de dança trevosa mas animada, com um pique new wave, enquanto “Bats” é completamente gótica.

Cartilha básica pra entender de onde vieram bandas como Boy Harsher, Lebanon Hanover e She Wants Revenge, entre (muitas) outras 🦇🦇🦇

Essencial!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s