The Doors – Waiting For The Sun (1968)

 

Não dá pra colocar aqui, em palavras, o tamanho da carga emocional e muito menos a enxurrada de emoções que Waiting for the sun me causa. São toneladas e mais toneladas de recordações e memórias afetivas, de manhãs lisérgicas e noites quentes esperando o sol nascer ao som de “Summer’s almost gone” e “My wild love”, até hoje minhas canções preferidas do Doors.

E se tanto à época quanto hoje os críticos o gongam por ser ‘fraco’ em relação aos dois lançamentos da banda no ano anterior, por ter sido escrito às pressas com fragmentos de Celebration of the lizard e em grande parte no estúdio, por não dar continuidade à riqueza lírica apresentada anteriormente, por isso e por aqui, FODA-SE dane-se.

Até porque esses mesmos críticos só voltariam a elogiar o Doors com L.A woman, três anos depois e já às vésperas da morte de Jim Morrison; e como sempre se lê por aqui, quem ouve e analisa música como se estivesse escrevendo uma receita médica nem é gente não merece crédito e/ou respeito.

Essencial! Ao menos pra mim.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s