Ateph Elidja – HURT EP (2015)

O parisiense Ateph Elidja é um dos membros do selo Bromance, do DJ/Produtor francês Brodinski (nome real: Luis Rogê), uma das principais atrações do caro Sónar Brasil 2015.

Brodinski apareceu na cena em 2007, como um produtor “clássico” de techno. Com o passar do tempo, a sonoridade do francês foi se transformando, resultando em uma mistura bem sucedida de techno, house e rap americano, principalemnte das cidades do sul (Atlanta, Memphis e Houston). Essa proposta de fusão de ritmos tomou forma no primeiro álbum do produtor, Brava, largamente apoiado pela máquina de hype da Red Bull Music.

Pegando carona do sucesso de seu ‘chefe’, Elidja deu vida a HURT, um EP curto, competente e sombrio, influenciado pela fusão de estilos proposta por Brodinski, mas mantendo-se mais no terreno do techno. As duas primeiras faixas “Memorial introduced” e “Epoch” são mais industriais, construídas em meio graves e distorções, lembrando em alguns momentos, os beats de “Send it up” e “I am a god ”, do último àlbum do Kanye West, Yeezus (no qual Brodinski esteve envolvido).

“Process” é o ponto alto do EP, remetendo bastante à algumas faixas do início da carreira de Gesaffelstein (também parceiro de Brondiski e um dos maiores expoentes da nova leva da música eletrônica francesa). HURT termina com “No Conscience” uma faixa mais leve, dando espaço ao ouvinte para assimilar 14 minutos intensos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s