Burial – Untrue (2007)

Extremamente grave, sombrio, dançante, melancólico, anfetaminado, quetaminado, hipnótico, claustrofóbico. Tudo isso e muito mais pode – e foi – dito sobre Untrue, o segundo disco de William Bevan, o londrino conhecido mundo afora como Burial.

O cara surgiu do nada em 2006 com um álbum que levava seu até então desconhecido nome, passou de uma vez por todas a bola do dubstep adiante e pôs a geral pra tremer misturando basicamente garage e dub.

Com Untrue Burial só aprimorou e continuou o serviço de chapação global, e se o dubstep infectou gente como Thom Yorke e DJ Shadow – entre tantos outros – e deu origem a um sem nome de bizarrices, como Skrilex, o mérito e a culpa são deste disco, de seu autor e, claro, de seu selo, o ótimo Hyperdub.

Vamos todos trrremerrr então. Altamente recomendado!

Faixas:

01 [Untitled]
02 Archangel
03 Near Dark
04 Ghost Hardware
05 Endorphin
06 Etched Headplate
07 In McDonalds
08 Untrue
09 Shell of Light
10 Dog Shelter
11 Homeless
12 UK
13 Raver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s