Cadu Tenório – Vozes (2014)

Há tempos desisti de acompanhar o ritmo de lançamentos do chapa carioca Cadu Tenório. Não porque não goste do que ele produz, veja bem, sou um entusiasta das diversas experimentações que saem de sua cabeça, mas entendam: só em 2014 e assinando sem pseudônimos, Vozes – este disco de 4 faixas que aparece por aqui agora – já é seu terceiro trabalho.

Vai encarar?

Não vou me ater à história por trás do álbum (incluindo sua capa); é muita informação pro meu pobre cérebro mediano conseguir reestruturar aqui sem dar um Ctrl C + Ctrl V no texto que saiu no sempre essencial Floga-se.

Vou resumir de forma tosca: Vozes é todo construído com…vozes. Claro e óbvio, mas nem tanto, já que ao ouvir o disco se encontram pouquíssimas vozes reconhecíveis. Tudo é triturado, processado, colado com base em experimentações feitas pelo próprio Cadu (não há samples aqui) num álbum que pode ser descrito como dark ambient, ou o que o valha.

Cadu prometeu ainda um vídeo para cada uma das músicas, e o terceiro, provocante e infernal deles você confere abaixo: “Lamento”.

E reafirmo: Cadu tenório é herdeiro direto de Blixa Bargeld! Só é mais prolífico…

Um comentário sobre “Cadu Tenório – Vozes (2014)

Deixe uma resposta para LS Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s