Chet Faker – Built On Glass (2014)

O australiano Nick Murphy veio ao mundo como Chet Faker há três anos, e agora em abril de 2014 lançou seu primeiro disco cheio (via Downtown Records), Built on glass. Mas antes disso seu nome já circulava fácil entre os apreciadores da música eletrônica de verve tranquila, seja ela trip hop, downtempo ou suas vertentes recauchutadas, como o pós-dubstep e afins.

Desde 2011, quando lançou na rede sua versão para “No diggity”, do combo californiano de R&B Blackstreet, Faker caiu nas graças dos chapados com sua voz ao mesmo tempo soulful e preguiçosa, seus beats calmos e produção atmosférica.

Voltando a Built on glass, o álbum não foge uma linha ao que me referi acima. Além disso, entre os ingredientes espalhados por suas 12 canções estão soul music, vibes jazzísticas, house, broken beat, tudo lentamente condensado num trabalho belo, tranquilo e inspirado(r).

A saber, a alcunha Chet Faker vem claro do mestre Chet Baker, de quem o pai de Murphy era fã e cujos discos ele cresceu ouvindo.

Recomendado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s