Dirty Beaches – The Spirit Of Crazy Horse (2012)

a3444340238_10

 

Quando vi The spirit of crazy horse na rede, num dos tantos sites de download que fazem a música girar, me assustei. Não por ser um novo álbum do insano Alex Zhang Hungtai, aka Dirty Beaches, mas por vir rotulado como industrial.

Acho que assim como eu, muitos dos que ouviram Badlands (seu disco de 2011) também estranharam a ‘tag’. Para tirar a limpo a história, ouvi o álbum e…bem, melhor vocês apertarem o play enquanto continuam a leitura do texto.

Em primeiro lugar, o rótulo não está totalmente errado em relação ao produto. The spirit of crazy horse é qualquer coisa próxima ao industrial, bem como à no wave, ao lo-fi, ao minimalismo e qualquer outra forma de experimentação imaginável.

Agora, por que cargas d’água um cara que ficou conhecido por sua estranha relação com o rockabilly de repente se tornou uma espécie de híbrido entre Blixa Bargeld e Martin Rev? Simples, por falta de opção.

 

 

Quando viajavam para Bergen, na Noruega, Alex e Frank (Francesco De Gallo) tiveram seus equipamentos – e toda sua bagagem – roubados. Como não era possível recuperá-los a tempo, viram-se numa sinuca de bico, mas o pessoal da Landmark (onde aconteceria o show) ofereceu à banda uma possibilidade: apresentar-se com piano elétrico Rhodes, guitarras, microfones e um kit de bateria. O resultado, segundo o próprio Alex, foi uma experiência que os modificou permanentemente.

Em 1 hora de caos absoluto, o Dirty Beaches pôs abaixo sentimentos como medo e insegurança, apresentando ao público um set de seis faixas (com côveres insanas de DNA e Suicide) conduzidas por uma energia crua, brutal. Novamente nas palavras de Alex, ali ele entendeu porque Nick Cave e alguns Seeds decidiram formar o Grinderman, e mais, que “todos têm esse ‘jovem sedento por sangue’ trancado em si, bastando apenas procurá-lo; não importa se você tem 32, 43, 54 ou 67 anos, não o deixe morrer”. É isso aí!

Foda. Muito foda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s