Neil Young & The Crazy Horse – Psychedelic Pill (2012)

Em junho deste ano o grande Neil Young lançou Americana, primeiro disco em nove anos com sua banda, a Crazy Horse.

E eis que apenas 4 meses depois os prolíficos senhores retornam com mais um trabalho inédito (e completamente diferente do anterior), o chapado Psychedelic pill.

Produzido pelo próprio Young mais John Hanlon e Mark Humphreys, a pílula psicodélica sai oficialmente hoje – dia 30 de outubro – via Reprise. Quer dizer, uma de suas versões, o CD duplo. Em 23 de novembro será lançado o vinil triplo.

Um CD duplo e uma bolacha tripla não podem significar outra coisa: Psychedelic pill é uma longa viagem de Mr. Young e seus cavalos selvagens, cheio de faixas quilométricas.

“Driftin’ back”, que abre o álbum, tem exatos 27’36” e por aí já dá pra se ter uma ideia do tamanho da brincadeira. Nem que Young fosse Gil Scott-Heron conseguiria preencher quase meia hora com palavras, então o que acontece? Um riff simples se repete, enquanto distorções e solos espasmódicos se intercalam. E de vez em quando a voz do bardo canadense surge, claro: “I’m driftin’ back…”.

As 08 canções de Psychedelic pill são, num panorama geral, bem roqueiras. Com uma pegada mais blues (“Twisted road” – que já começa homenageando outro vovô ativo, Bob Dylan), caipira (“Born in Ontario”) ou de balada triste (“For the love of man”), mas com cara de Crazy Horse, meus caros. Ouça a faixa-título e sinta o clima de garagem.

Você pode até ficar de saco cheio ao ouvir uma faixa de quase 30 minutos e outras duas de quase 17, afinal vivemos em tempos efêmeros, de pressa e ansiedade, mas respeite este senhor. Psychedelic pill é o trigésimo quinto disco da carreira de Neil Young, que em 2015 completará 70 anos. Pense nisso, ouça o álbum e jogue pela janela sua coleção dos Strokes. Ok, pode guardar o primeiro.

Recomendado!

P.S: Psychedelic pill está disponível para audição no site de Mr. Young. Keep on rockin’!

Um comentário sobre “Neil Young & The Crazy Horse – Psychedelic Pill (2012)

  1. “Hey hey, my my

    Rock n’ roll nunca pode morrer

    Há mais na figura

    Do que vêem os olhos

    Hey hey, my my ”

    GRANDE NEIL !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s