The Black Crowes – The Southern Harmony And Musical Companion (1992)

 

À partir dos anos 60, o então jovem rock and roll foi definitivamente sacudido pela soul music, e dali em diante nada seria como antes. Enquanto os Beatles tiravam sarro geral com Rubber soul, o resto do mundo roqueiro se rendia à música negra – de onde o rock surgiu, como todos bem sabem.

Nas décadas seguintes, uma porção de gente boa deu sequência à essa tradição, e entre erros (Give out but don’t give up, do Primal Scream) e poses (Lenny Kravitz), os irmãos Robinson (Chris e Rich) e seus corvos negros cometeram nos anos 90 (92, exatamente) o absurdo chamado The southern harmony and musical companion.

 

 

Os Black Crowes já tinham estrada quando lançaram este segundo álbum de sua carreira – que havia começado lá na metade dos anos 80. Mas a entrada de um tecladista fixo e de um novo guitarrista (Marc Ford) deram à banda o que ela precisava: um tanto mais de técnica. Aí, a equação estava completa.

Southern harmony foi um sucesso estrondoso, tanto de crítica quanto de público. Vendeu rios e emplacou ao menos dois grandes hits radiofônicos e televisivos: “Remedy” e “Thorn in my pride”.

 

 

O álbum é conduzido tanto pela guitarra vibrante de Rich quanto pela voz e performance apaixonadas de Chris. O clima de suas 10 faixas é totalmente retrô, como se a banda tivesse sido transportada para os anos 70; além dos riffs, timbres, backing vocais (totalmente soul), harmonias e etc, a indumentária do então quinteto não deixa dúvidas quanto às suas influências.

A força emotiva da balada “Bad luck blue eyes goodbye” e a harmônica de “Hotel illness”; o peso de “My morning song”; a cover de “Time will tell”, tudo remete a 30 anos antes do disco ser lançado. De Stones a Zeppelin, de Faces a Lynyrd Skynyrd e Aerosmith pré anos 80.

 

 

The southern harmony and muical companion faz parte da galeria dos grandes discos de rock de todos os tempos. E, o mais legal, apesar de ser todo construído sobre bases pré-existentes, não soa como uma mera cópia de suas muitas e ótimas referências.

Por essas e outras, está na lista de preferidos da casa. Recomendado como trilha sonora para muitas cervejas geladas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s