T.Rex – The Slider (1972)

Assim como me aconteceu com David Bowie, conheci o ex-modelo Marc Bolan e seu T.Rex através do Bauhaus, num caminho naturalmente inverso: primeiro as côveres, depois as originais. E também como Bowie, foi um caso de amor à primeira audição.

The slider, lançado em julho de 1972, não é o primeiro disco da carreira dos papas do glam rock, nem seu primeiro sucesso. Antes dele, Electric warrior já havia levado o nome T.Rex às paradas – com faixas como “Jeepster” e “Bang a gong (Gei it on)” – mas seu sucessor elevou Bolan definitivamente ao status de estrela.

O disco é, por assim dizer, mais seco, cru e direto que Electric warrior. Menos suingue, menos boogie; mais blues, mais peso e a mesma tríade de sexo, drogas e rock and roll.

Em 72 Bolan já estava anos luz distante do passado folk/hippie do começo de sua meteórica trajetória, e isso é sentido na pele em The slider. Há ainda ecos dessa época, mas disfarçados por muita maquiagem, sapatos plataforma, visual extravagante e uma postura sexualmente agressiva.

Na biografia de Bowie escrita por Marc Spitz há histórias de que o camaleão nutria no início dos anos 70 uma certa inveja de Bolan, e que o mesmo o influenciou tanto musical quanto esteticamente. Não é pra menos: Marc Bolan era a imagem da androginia roqueira que fez a cabeça não só de Bowie, mas de toda a geração glam, que por sua vez mais tarde influenciaria bandas como os New York Dolls, por exemplo.

Toda essa mística está presente na força de The slider. Riffs de hard rock, cocaína, ritmo selvagem, descontrole, baladas viajantes e, meus caros, “Telegram Sam”, uma das melhores coisas já produzidas nesses tantos anos de rock and roll.

O T.Rex ainda lançaria outro grande disco, Tanx (de 1973), mas daí em diante Bolan entraria num declínio sem fim, que culminaria numa morte estúpida num acidente de carro, dirigido por sua esposa, Gloria Jones, em 1977.

Mas aí um capítulo da história do rock já havia sido escrito, e Marc Bolan já havia gravado seu nome nesse grande livro, de onde nunca será apagado.

Anúncios

2 comentários sobre “T.Rex – The Slider (1972)

  1. Pingback: Roxy Music – Roxy Music (1972) « Pequenos Clássicos Perdidos

  2. Pingback: Vídeo – T.Rex Live @ Wembley (18/03/1972) « PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s