Freestyle – Don’t Stop The Rock (1985)

Em 1985 o produtor Tony Butler já era famoso no circuito dos clubes em Miami. Mais conhecido como cabeça do grupo Freestyle, o produtor, um dos papas do electro que originou o chamado Miami bass – que por sua vez veio parar no Brasil e se tornou a base para o funk carioca – explodiu definitivamente quando lançou pelo seu próprio selo (Music Specialists) o single Don’t stop the rock, a pérola que você ouve agora aqui no PCP.

As duas versões da faixa, com e sem vocais, foram produzidas pelo próprio Tony sob a duvidosa alcunha Pretty Tony e por Sherman Nelly, outro dos mestres do Miami bass e também responsável pela produção executiva do disquinho.

Dizer que “Don’t stop the rock” fez escola fora do funk carioca pode soar estranho aos desavisados, mas gente de peso no meio eletrônico tem o Freetyle como influência. Pegue artistas do catálogo da Warp, produtores de Detroit, a turma do electroclash e compare timbres, graves e – às vezes, por que não – os vocais robotizados, e é possível enxergar essa ponte ‘invisível’.

Claro que é mais fácil e menos ‘vergonhoso’ falar de Model 500, mas por aqui a gente não tem vergonha

‘It’s a freaky celebration of a natural kind…’

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s