Madonna – Like A Virgin (1984)

Eu sou fã da Madonna! Eu, o Sonic Youth, o Teenage Fanclub e mais uma porção de gente bacana, como roqueiros, donas de casa, hipsters, crianças, DJs e todos que em algum momento tomaram contato não só com a música de Lady Ciccone, mas com sua figura. De menina provocadora à estudiosa da Cabala e tantas outras personas, a loira sempre esteve um passo à frente do resto do mundo pop, e não à toa é desde os anos 80 sua rainha e maior ícone.

Se em 83 a jovem ambiciosa começava sua escalada rumo ao topo do universo com o primeiro e homônimo disco (aquele com “Borderline”, lembram?), foi no ano seguinte, mais exatamente em 12 de novembro, que a loira deu a todos aquilo que nem todos esperavam: Like a virgin.

Mais que um álbum, este trabalho produzido pelo (ainda hoje) lendário Nile Rodgers foi, por assim dizer, a construção do mito Madonna, daquela Madonna que todos conhecemos, transpirando sexo, provocação, rebeldia; uma mistura de freira, noiva, puta e filha; a maior expressão do girl power em sua versão pop, selvagem e linda.

Você, que também é fã de Louise, deve – ou não, claro – concordar que esta não é sua melhor fase musical (a preferida por aqui é a de Erotika), mas inegavelmente nenhuma das outras Madonnas existiria se ela não tivesse surgido ao mundo como uma virgem…

Faixas:

01. Material Girl
02. Angel
03. Like a Virgin
04. Over And Over
05. Love Don’t Live Here Anynore
06. Into The Groove
07. Dress You Up
08. Shoo-Bee-Doo
09. Pretender
10. Stay

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s